quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Dirndl

Muito tempo sem escrever, muitas coisas acumuladas. Não falei do meu trabalho, do meu amor eterno por Viena, de casos acontecidos, das minhas viagens, dos festivais... Mas não adianta chorar pelas palavras não derramadas. E tema de hoje é 



Mentira, o tema de hoje é DIRNDL.  Ao invés de falar dos assuntos pendentes, vou falar do que está mais fresquinho.



MAS QUE DEMÔNIOS SERIA UM DIRNDL?



Um dirndl é um réptil natural da bavária que assemelha-se muito a um ok, um dirndl não é isso.



Eu não consigo falar Dirndl, é muito difícil para minha dicção não-nativa. Mas pelo menos lembro como se escreve. Um DIRNDL é basicamente um vestido. 





aê é o tremzinho do Dirndl ~ 
 Um dirndl (pronúncia ˈdɪʁndl̩ - quem entender de fonemas, se aplique) é um tipo de vestido tradicional utilizado na BavieraLiechtensteinÁustria, e Tirol do Sul (ou seja, todo aquele miolinho noviça-rebelde, cerveja e cabras das montanhas), baseada na vestimenta histórica dos camponeses alpinos. Atualmente é a vestimenta feminina típica da Áustria e da região da Baviera e do Tirol.  Originalmente o Dirndl é feito sob medida para a usuária de crack, com tecidos nobres, bordados a mão, compriiiiiiido até os pés.


Pessoas ou bonecos de cera usando Dirndls
Wikipédia says: " dirndl consiste de um corpete, blusa, saia e avental. Embora pareça ser uma vestimenta simples e básica (NÃO PARECE), um dirndl moderno pode ser muito caro, uma vez que é feita sob medida e, por vezes cortados de tecidos caros pintados a mão ou de seda. Nos dialetos do sul da Alemanha (bairisch), Dirndl originalmente se referia a uma mulher jovem ou uma menina, e Dirndlgewand se referia ao vestido dela. Atualmente, Dirndl pode se referir tanto a uma jovem quanto ao vestido. 
Os acessórios podem incluir um avental longo amarrado em volta da cintura, um colete xale de lã. A colocação do nó do avental é, por vezes, um indicador do estado civil da mulher. Quando isto ocorre, um nó amarrado no lado esquerdo da mulher indica que ela é solteira, e um nó amarrado à direita significa que ela é casada ou comprometida, e um nó atado na parte de trás significa que a mulher é viúva."
-

Assim como as sainhas de palha das havaianas e a roupa de baiana do acarajé na Bahia, é a roupa típica daqui. Com uma diferença enorme: ele de fato é utilizado pelas austríacas (possivelmente também por austríacos). Ele é utilizado em um monte de festas regionais, pelas senhoras mais idosas, por garçonetes em restaurantes típicos, por crianças no dia do folclore e do orgulho austríaco e por todas as mulheres em ocasiões especiais (casamentos, festas mais formais, muitas vezes elas optam por usar o Dirndl). E, é claro, é a roupa oficial da Oktober Fest. E aí que a parte do compriiiiiiiido até os pés some, graças às ~PIRIGERMÂNICAS~ 

Pirigätsch

Nigrünha

As pirigermânicas são uma espécie de pirguete de origem germânica. Aparecem em grande quantidade em outubro mostrando as pernas, os peitos e bebendo cerveja. Para se adequar ao ambiente, toda e qualquer fêmea presente, utilizando arte do mimetismo, também utiliza o piridirndl (e bebe cerveja), deixando Munique com ainda mais atrativos.

Atrativos de Munique

Bem, com a popularização do dildo  DIRNDL, assim como todas as coisas do mundo, fizeram a versão "moderna".  Os vestidos que são baseados no dirndl são conhecidos como Landhausmode. E são esses os que mais comumente vemos por aí, inclusive na Oktoberfest, pois ninguém quer ficar bêbada no sol e no relento com seu longo vestido bordado de tecidos nobres com mil camadas no final do verão. Também isso torna os preços mais baixos e continua deixando-os populares. Não esses das fotos, esses são exageros (Mas é fato que todos_TODOS_todos abusam dos decotes), mas os "modernos" tem mangas mais curtas, cobrindo os ombros, e vão até o joelho, e utilizam tecidos mais leves, e os bordados são feitos por máquinas, e toda espécie de coisa para deixar mais simples e baratear os custos de produção.

Felizmente os Dirndl da vera ainda se mantém, como já dito, pelas senhores de idade (gente, é realmente comum ver nas ruas, ainda mais em épocas importantes) e pessoas em celebrações especiais. Assemelha-se, nesse aspecto, ao Kilt irlandês. 

Bem, eis que eu não poderia voltar da Áustria sem o meu, e ~~tharam, após muito stress, procura, prova-prova e contabilidades feitas, tenho o meu :B Eu acho eles uma gracinha e ficaria muito chateada se voltasse sem um. 

Eu com cara de Pirigätisch

Meu chefe e meus outros dois colegas haviam se oferecido para ir comigo comprar, pois ele é vendido em lugares específicos, e esses lugares específicos confundiram o Dirndl com o sonho da casa própria, porque pelo preço que eles cobram dava pra eu pagar um mês de aluguel (sério,  500 euros e subindo), e eu não estava encontrando onde se escondiam os alternativos (só uns muito vagabundos ou muito curtos-fantasia-sexual). Só que eu achei que ir às compras com 3 homens me dando pressa e opinião, sendo eu uma pessoa muito chata, não ia dar certo.
"A DIFERENÇA ENTRE A SUA OPINIÃO E A PIZZA É A QUE A PIZZA EU PEDI"

Então mais uma vez as redes sociais salvaram o dia, pois perguntei em alguns grupos que participo, e eles me indicaram umas 10 lojas. Fui em todas, tive problemas com a blusa de dentro, com o vestido, com o avental, com o tecido, com o material, com tamanhos, com preços, e finalmente após muita provação e muitas provações, encontrei o perfeito <3 







Nenhum comentário:

Postar um comentário